Ver todos os posts

Como ter mais inovação no dia a dia do seu negócio?

Inovação é algo que gera valor para o mundo, entrega uma experiência enxuta e com ótima satisfação.
Publicado em
23/9/2022
Preta Emmeline

Com a aceleração do uso e democratização da tecnologia, que tem ampliado a capacidade das empresas de desenvolver novos produtos e serviços, mas principalmente melhorar processos operacionais, o conceito de inovação se torna cada vez mais inclusivo. Inovação é algo que gera valor para o mundo, entrega uma experiência enxuta e com ótima satisfação.

A história da tecnologia inovadora é a história de pessoas, equipes e parceiros trabalhando em sincronia para atingir seus objetivos e mensurar suas ideias. Grande parte das organizações usam a tecnologia digital apenas para automatizar tarefas e eliminar pessoas, ignorando a gigantesca importância do aprendizado escalável, que chega para aproveitar a tecnologia e aumentar a capacidade de talentos. ​​Inovação é a recombinação de fatores existentes para criar valor para os atores envolvidos: clientes, empresas, parceiros e fornecedores.


Para pequenas empresas, isso pode significar criar produtos e serviços que os clientes gostem e comprem (proposta de valor). No entanto, as empresas também devem criar e capturar valor para si (proposta de lucro), criando modelos de negócios rentáveis ​​e sustentáveis. A inovação não envolve necessariamente invenção, nem tecnologia. Trata-se de criação de valor.

Até que ponto todos os seus funcionários estão engajados em impulsionar o desempenho e a inovação, coletar insights e compartilhar conhecimento?

Como seres humanos, desde os primórdios, temos tendência a criar controles nos governos, nas universidades, no exército, na religião… No contexto de negócio, a hierarquia emerge de forma estruturada durante a Revolução Industrial.

Num processo de evolução de uma organização que tem inovação como seu pilar, uma das regras básicas é criar momentos (eventos, conferências, maratonas de desenvolvimento, etc.) para reunir os colaboradores, acolher novos membros e possibilitar conexões.

A colaboração impulsiona a inovação e grandes ideias podem vir de qualquer lugar. Um caminho a ser seguido para ter mais inovação no dia a dia do seu negócio é através do planejamento e execução de projetos ágeis. No desenvolvimento de novos projetos, tentamos e criamos instruções sem controles, com a mentalidade de iniciante, estimulando uma estrutura interessante que quebra a capacidade de mover informações, comunicar e transcender a hierarquia.


A crise financeira global em 2008 foi o ponto em que as redes ultrapassaram as hierarquias em importância em nossa sociedade. Hoje começamos a ver a autorrealização das redes e o caminho para o que muitos chamam de singularidade. Independentemente de você acreditar nisso, estar confortável com isso ou ter medo disso, é inevitável que a inovação, as redes, as máquinas e a Inteligência Artificial continuem a evoluir em um ritmo extremamente rápido. Como espécie, não acho que possamos controlar isso. Nem devemos. Devemos habilitá-lo. Devemos explorar maneiras de nos tornar uma espécie mais incrível. Uma sociedade mais fascinante. Devemos abraçar nossas inovações e evoluir com elas.


E não importa o tamanho da empresa para a qual você trabalha, você pode inovar. O pensamento inovador estimula o crescimento de toda a empresa. Adotar essa mentalidade pode incentivar toda a sua equipe a contribuir para fazer uma inovação decolar: todos devem poder ajudar à sua maneira!


É mais fácil para os empreendedores lançarem startups hoje do que as empresas do passado. Você pode se conectar a um mundo de oportunidades de negócios a partir de seu laptop, usar uma variedade de ferramentas online para gerenciar operações e comercializar sua marca para um público de milhões por meio de mídia social (como diz Quire, uma plataforma moderna de gerenciamento de projetos, “criar é um coisa: deixar as pessoas saberem sobre isso é outra história”).


Você tem que criar uma cultura de empresa em que terá coragem de tentar novas coisas e estar seguro(a) o suficiente para fracassar. Que apoie o desenvolvimento de projetos auto organizados, autogovernados e autossustentáveis. Aqui vão 6 dicas para colocar em prática na sua empresa:


1. Tire  o óbvio da cabeça
para chegar nas melhores ideias. Isso é parte do processo.

2. Trabalhe a etapa de Ideação, onde ideias são apresentadas sem nenhum julgamento. Para isso, utilizam-se práticas de estímulo à criatividade, o que ajuda na geração de soluções que estejam de acordo com o contexto a ser trabalhado no projeto.

3. Crie times fixos multidisciplinares, os chamados squads, trabalhando em cima de uma métrica de negócio. O time toma as próprias decisões daquilo que constrói.

4. Interaja constantemente com cliente experimentado coisas novas, percebendo comportamentos e readequando a prestação dos serviços faz com que o time aprenda com o cliente.

5. Aplique técnicas de design e prototipagem, pois elas são importantes instrumentos para trazer para a empresa a voz do cliente, validando a interação com o usuário final.

6. Coloque energia nesse sistema e saiba que eles vão te dar retorno algum dia, de alguma forma, através das pessoas que estão engajadas nesse processo.

Ciclo da Inovação


Este é um processo que vai mostrar como o mercado vai reagir à inovação que está sendo proposta e estas etapas devem ser contínuas e preventivas. A adequação do produto/mercado é crítica para uma empresa que deseja inovar no dia a dia, e só pode ser alcançada através da realização deste ciclo e obtenção de uma compreensão profunda de seus segmentos de clientes.

Sobre a autora: Preta Emmeline é mentora FRST Falconi da jornada Inovação Customer Centric. Atua há 15 anos no ambiente de tecnologia e é Gerente Regional da Techstars. É uma pessoa motivada pelo desafio de criar uma sociedade mais igualitária por meio do empreendedorismo.

No items found.

Seja um assinante da Solving The Problem, nossa newsletter mensal.