Ver todos os posts

O que são e como definir Metas SMART

Com as Metas SMART, você aumenta sua probabilidade de sucesso, simplifica suas estratégias e acompanha seus indicadores com muito mais eficiência. Continue com a leitura para entender o que significam as Metas Smart e como colocá-las em prática!
Publicado em
Equipe FRST

Com as Metas SMART, você aumenta sua probabilidade de sucesso, simplifica suas estratégias e acompanha seus indicadores com muito mais eficiência.

E, sabendo como gestores precisam de eficiência para otimizar sua rotina diária, decidimos trazer um guia completo sobre essa metodologia promissora.

Continue com a leitura para entender o que significam as Metas Smart e como colocá-las em prática!

O que são Metas SMART?

As Metas SMART fazem parte de uma metodologia, uma espécie de ferramenta que facilita a definição de critérios para alcance de metas e objetivos de uma empresa.

A sigla SMART representa uma checklist de critérios objetivos, capazes de auxiliar gestores na construção de estratégias eficientes para seus times.

De maneira inteligente, como sugere a tradução de “smart”, o foco principal da metodologia é facilitar a organização, execução e análise dessas estratégias.

Confira o que cada letra da sigla representa:

Specific (Específica)

Especificidade é, sem dúvida, uma das características mais importantes e que mais promovem resultados positivos em uma empresa, podendo ser utilizada em todos os âmbitos do negócio.

A explicação é bem simples: Quanto maior é a compreensão sobre o assunto, menores serão as chances de falhas de comunicação.

Quando falamos em Metas SMART, não é diferente. Quanto mais claro, objetivo e específico forem os objetivos propostos, maiores serão as chances deles serem compreendidos e, consequentemente, alcançados.

Podemos definir uma meta específica, respondendo às seguintes perguntas:

  • Quem será responsável por esse objetivo?
  • O que eu ou o que o meu time deseja alcançar com essa meta?
  • Em que local essa meta será realizada?
  • De que forma ela poderá ser conquistada?
  • Por que, exatamente, essa meta deve ser perseguida?

O foco principal da especificidade nesse caso, é auxiliar a promover uma profunda reflexão sobre sobre onde se deseja chegar e o porquê.

Sendo assim, é importante ser detalhista sobre as definições, mas sempre de maneira objetiva.

Exemplo: Aumentar o número de vendas do produto x, aumentar autoridade da linha de produtos y, reduzir os gastos da folha de pagamento em 15%, etc.

Measurable (Mensurável)

Para que uma meta seja eficaz, ela precisa ser, obrigatoriamente, ser mensurável. Afinal, como avaliar o progresso de um objetivo, se ele não puder ser medido?

Sendo assim, Metas SMART serão sempre mensuráveis e guias, de preferência, por KPIs bem elaboradas. 

De uma maneira geral, os indicadores de mensurabilidade são simples de realizar acompanhamento, bastando apenas o acesso aos registros de operações que foram efetuadas.

As perguntas a serem respondidas, normalmente, são:

  • Como os resultados podem ser mensurados?
  • Quais são as metas e resultados esperados?
  • Em quanto tempo esses resultados devem ser alcançados?
  • Como os dados serão analisados?
  • Onde os dados serão armazenados?
  • Quais dados serão necessários?

Attainable (Atingível)

Objetivos impossíveis são atrativos, mas pouco efetivos. E quando falamos em Metas SMART, também são considerados bem pouco inteligentes.

Para alcançar o sucesso a médio e longo prazo, é indispensável começar com metas possíveis de serem atingidas.

Lembre-se: Metas irreais não devem ser usadas como motivação. Elas podem, na maioria das vezes, desanimar os colaboradores e atrasar a realização de objetivos verdadeiramente possíveis.

Se atenha aos objetivos que sua empresa e seu time são capazes de realizar neste momento, e deixe que as melhorias constantes, resultado da técnica SMART, sejam as responsáveis pelos próximos passos ambiciosos que virão.

Uma boa opção para distribuir estratégias de alcance de metas atingíveis, é diluindo um grande propósito em pequenos propósitos, cada qual com suas próprias KPIs.

Para facilitar sua estratégia, responda às perguntas abaixo:

  • O alcance desse objetivo é, efetivamente, possível?
  • Por que acredito que essa meta é possível?
  • Quais serão todas as etapas necessárias para o alcance desse objetivo?
  • Quais são os fatores externos ou internos capazes de atrapalhar a estratégia?

Relevant (Relevante)

Se metas impossíveis podem ser desestimulantes para a equipe, escolher desafios simples demais podem ser igualmente frustrantes, promovendo até mesmo a estagnação do time.

Os indicadores precisam seguir esse mesmo padrão, considerando que a análise de estratégia precisa ser relevante e baseada em dados funcionais.

Para propor objetivos relevantes e efetivos, responda às perguntas:

  • Como essas metas irão contribuir para a estratégia de longo prazo?
  • Quais serão as consequências, caso não consigamos atingir essas metas?
  • Como a empresa ou o time serão impactados com esses objetivos?
  • Todos os envolvidos no projeto concordam que a meta é relevante?
  • O momento é considerado oportuno para percorrer o objetivo traçado?
  • Outras prioridades podem ser impactadas por essa meta?

Time Based (Temporal)

A procrastinação pode ser um dos maiores inimigos de um projeto bem sucedido. E uma maneira de combatê-la, é garantindo prazos bem estipulados.

Metas Smart são pautadas em realizações com data marcada.

Por isso, é fundamental a elaboração de um calendário com cronograma definido previamente com cada data referente ao seu plano de ação.

É normal também, que necessidades de alterações possam surgir de última hora. O calendário, em si, não é intocável e deve ser adaptável. 

No entanto, é muito importante que essas alterações sejam exceções, e que o cronograma seja seguido à risca. Somente assim, será possível manter o controle das estratégias de cada projeto.

Para criar uma meta temporal, responda às perguntas abaixo:

  • Qual é o prazo máximo para o atingimento dessa meta? E o mínimo?
  • O prazo estipulado é suficiente para o atingimento do objetivo traçado?
  • Como avaliaremos o progresso, em relação ao tempo estipulado?
  • Existem obstáculos temporais capazes de atrapalhar o alcance dos objetivos definidos? Quais são eles?
  • Quais outras conquistas já conseguimos alcançar com um prazo semelhante?
  • Nosso processo pode sofrer alterações, como desaceleração ou aceleração, em algum momento específico do projeto? Por que? Quando?

Por que utilizar as Metas SMART no seu negócio?

Basicamente, a utilização das Metas SMART garante a facilitação da criação realista de objetivos possíveis para o seu negócio.

E, ao conectar suas metas à rotina de seus colaboradores, aumentam-se ainda mais as chances de sucesso em cada estratégia.

Assim sendo, elas são capazes de esclarecer e simplificar prioridades, encurtando o caminho até a realização de objetivos importantes para a empresa.

Além disso, também podemos citar 3 vantagens que acompanham os adeptos da utilização das Metas SMART:

1. Melhora na produtividade

A melhora na produtividade é, sem dúvidas, uma das maiores vantagens que a metodologia SMART é capaz de proporcionar. 

Isso ocorre, pois quando a clareza de metas bem definidas é capaz de facilitar o trabalho do colaborador, que saberá exatamente como agir, além de entender as razões por trás daquela estratégia, mantendo-o motivado a seguir contribuindo.

2. Facilidade na aplicação de feedback

Com objetivos traçados de maneira objetiva e clara, o gestor consegue oferecer feedbacks muito mais rápidos, e de maneira facilitada.

Afinal, para alcançar as metas estabelecidas, será necessária contribuição de todo o time, que poderá ser avaliado individualmente, e em grupo.

Dessa forma, o colaborador pode ser reconhecido por seu bom trabalho, além de receber feedbacks construtivos para melhorias futuras.

3. Foco garantido

As Metas SMART utilizam a estratégia de convocação apenas dos colaboradores necessários para a execução das estratégias escolhidas.

Com esse tipo de abordagem, evita-se dispersões desnecessárias, favorecendo a tomada de decisões assertivas e o pleno cumprimento das ações estipuladas.

O que fazer depois de criar suas Metas SMART?

Após garantir os melhores indicadores e KPIs para a criação de sua estratégia, é preciso também manter o foco no que vem depois.

É interessante lembrar ainda, que tão importante quanto a preparação, é o acompanhamento das ações.

Por isso, decidimos elencar algumas dicas que podem facilitar o processo prático das Metas SMART de sua empresa. 

Confira abaixo:

  1. Compartilhe sempre suas Metas SMART com todos os envolvidos nos projetos;
  2. Mantenha a avaliação frequente do grau de sucesso de cada processo;
  3. Monitore, sempre que possível, seus processos e progressos;
  4. Ao conquistar seus objetivos, estabeleça metas cada vez maiores.
No items found.

Seja um assinante da Solving The Problem, nossa newsletter mensal.