PBL: entenda como a metodologia Problem-based learning é aplicada pela FRST! : FRST Falconi

Publicado em 03 de agosto de 2021

PBL: entenda como a metodologia Problem-based learning é aplicada pela FRST!

Equipe FRST

Problem-based Learning (PBL) é uma metodologia de ensino, em que as pessoas aprendem os conceitos e definições a partir da solução de desafios. Logo, essa é uma ferramenta que subverte o modelo convencional, no qual primeiramente estudamos a parte teórica para só então praticar o que foi aprendido.

Esse processo da Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) vem ganhando espaço em diferentes modelos de ensino. A proposta é para que a pessoa possa desenvolver o protagonismo, despertando o seu interesse e usando métodos ativos, que são a base para entender e memorizar o conteúdo com qualidade.

Por isso, PBL é uma das bases do Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) dos programas da FRST Falconi, e, neles, os profissionais são engajados e estimulados constantemente, objetivando alcançar o máximo de performance. Continue a leitura e entenda como a metodologia pode ser aplicada e quais são os seus benefícios!

Por que o uso do Problem-based Learning (PBL) é importante?

Muitas empresas entendem a necessidade de desenvolver as habilidades de seus colaboradores, mas encontram dificuldades metodológicas para implementar programas com resultados. A efetividade dos planos de desenvolvimento foi tema, por exemplo, do artigo “Where Companies Go Wrong With Learning and Development” (Onde as empresas falham com o aprendizado e o desenvolvimento) da Harvard Business Review.

O texto levanta dados relevantes sobre os programas de aprendizado e desenvolvimento. Apesar dos gastos globais na casa dos 359 bilhões de dólares com treinamentos, por exemplo, apenas 25% da amostra de líderes está satisfeita com os resultados alcançados. Além disso, somente 12% dos funcionários conseguem aplicar o que aprenderam no trabalho. Mas qual seria o motivo desse resultado? O artigo cita quatro causas principais.

Razões do aprendizado

Em primeiro lugar, o colaborador estaria mais interessado na aparição social ou no status, ao invés de focar nas competências necessárias ao trabalho.

Momento errado

Os conteúdos e aulas dos treinamentos tradicionais ocorrem em momentos em que não há conexão imediata com o trabalho.

Conteúdos errados

Igualmente, os treinamentos trazem conteúdos genéricos e desconectados com a realidade da empresa e dos colaboradores em questão.

Curva de esquecimento

Por fim, os seres humanos passam por processos naturais de esquecimento, especialmente das informações que não são utilizadas com frequência no dia a dia.

Por que a FRST usa a metodologia PBL em seus programas?

Aqui na FRST Falconi, adotamos o Problem-based Learning (PBL) como uma ferramenta importante para solucionar os desafios de aprendizado citados acima, e assim gerar resultados concretos e aplicáveis. Diversas transformações são percebidas ao aplicarmos esse modelo de inovação, tais como:

Turbinar a memorização com métodos ativos

O ponto de partida da metodologia é a definição de um problema real, conectado à realidade e contexto de cada participante envolvido nos nossos programas. As pessoas, então, precisam ir em busca dos conhecimentos e habilidades necessários para alcançar a solução, por meio de pesquisa, brainstorming, debate, resumo e experimentação, entre outras atividades.

Isso porque as mudanças em relação aos métodos convencionais atingem diversos fatores relevantes para a memorização. São eles:

  • O desafio gera maior interesse pelo conteúdo;
  • O conteúdo estudado tem utilidade prática, sendo identificado como importante pelo cérebro;
  • As diversas atividades forçam a repetição das informações relevantes em vários momentos, reduzindo a curva de esquecimento;
  • Existe a troca de técnicas passivas, como assistir a uma aula e ler, por tarefas ativas, como debater, pesquisar, resumir, testar, etc.

Resumidamente, PBL trabalha o conhecimento aplicado, contextualizando as informações e atividades. Isto é, em vez de uma lista genérica de conteúdos divididos em categorias, como “liderança”, “comunicação” e “resolução de conflitos”, as informações e atividades são filtradas pela verdadeira relevância para resolver um problema real do cotidiano.

Aproximar os planos de desenvolvimento da realidade da empresa

Se os problemas colocados tiverem conexão com o que é vivenciado na empresa, os profissionais se sentirão mais instigados a buscarem conhecimentos e habilidades conectados ao trabalho. Com isso, tornamos os conteúdos aderentes às necessidades da organização e à vivência desses profissionais no ambiente de trabalho.

Oferecer programas compatíveis com o momento

Os desafios propostos também deverão estar ligados ao momento. O desenvolvimento de uma liderança, por exemplo, deve ser conduzido de certa forma, se a organização está em crescimento; mas deverá ser levado de outra maneira se os problemas internos dizem respeito ao aumento da produtividade, e ainda mais disinta se a empresa vive uma crise financeira.

Mudar a mentalidade dos colaboradores

O profissional precisa contribuir ativamente para solucionar o problema proposto, e o processo, em si, força o aprendizado de competências ligadas ao trabalho. Não se trata de um modelo tradicional, em que podemos memorizar a teoria e resolver uma prova para ganhar um certificado, porque o próprio comportamento do indivíduo é avaliado durante o processo. O foco é na aplicação prática que provoca mudanças naturais de comportamento.

time discutindo sobre pbl

Como a FRST aplica o Problem-based Learning no Road of Skills?

Os princípios do PBL fazem parte do nosso programa focado na aceleração de pessoas e desenvolvimento de competências, o Road of Skills. A tradução do conceito na prática é realizada utilizando uma série de recursos de engajamento aplicados ao longo da formação, que dura cerca de 4 meses em média.

Conteúdo em pílulas

Os assuntos são divididos em pequenos trechos rápidos e dinâmicos, que substituem as aulas de longa duração presentes nos treinamentos tradicionais. Com isso, o profissional tem condições de navegar pelas informações com mais fluidez e agilidade, bem como focar nos pontos relevantes de cada momento do programa. Cada pílula é feita para gerar insights e ações imediatas.

Whitepapers interativos

Os profissionais também tem acesso a whitepapers, que expandem os conteúdos das pílulas e servem como materiais de consulta para as atividades práticas. Estes são materiais ricos e interativos, que proporcionam maior aprofundamento dos conteúdos abordados. Aqui, os participantes podem aprofundar em esquemas e modelos mentais do que existe de mais moderno relacionado às competências do profissional do futuro.

Sessão de Mentoria

Os conceitos aprendidos são debatidos em sessões de mentoria semanais com os especialistas da FRST Falconi, sempre de forma adaptada às necessidades da empresa e aos problemas enfrentados. Cada semana de aprendizagem conta com um encontro online realizado junto ao especialista em questão para debater a prática dos conceitos aprendidos.

Estudo de cases e Podcasts

Os problemas são colocados no formato de série animada em vídeo, que aborda inicialmente o cenário de uma empresa fictícia, provocando o profissional a solucionar o desafio proposto. O caso traz ainda mais clareza sobre contextos e situações-problemas que são enfrentados dentro das empresas. Depois disso, o participante recebe o feedback do estudo de case via podcast.

Quizzes prático

Trazemos questões contextualizadas e práticas que provocam reflexões sobre a aplicação na prática do conteúdo. O objetivo principal é colocar luz nas principais temáticas que serão trabalhadas em cada programa. Os participantes aprendem pela simples leitura dos quizzes! E, claro, são instigados a aprofundar nos conteúdos, histórias e reflexões apresentadas em cada questão.

Projeto real e discussões a respeito dele

Os módulos abordam, a princípio, casos fictícios. Porém, após superar esse degrau, os profissionais devem executar um projeto relacionado aos problemas das empresas em que trabalham. Além disso, ocorre via webinar, o feedback e auxílio específicos sobre esses projetos, tornando o programa aderente ao momento e à realidade das organizações.

App mobile

Outra ferramenta extremamente útil é o aplicativo móvel. Com ele, os profissionais têm ampla flexibilidade de horários e local para acompanhar os conteúdos. É um recurso de grande importância, pois as soluções dos problemas e as dúvidas, surgem frequentemente em momentos inesperados.

FRST Interactive

Um último ponto é a produção coletiva de conhecimento, com interação na rede exclusiva da FRST Falconi em fóruns de discussão e eventos especiais. Os profissionais podem trocar informações e experiências, cooperando para superar desafios comuns, como desenvolver a liderança, comunicação, cultura organizacional, inovação, empreendedorismo, entre outros.

Vale ressaltar que o PBL faz parte de um programa muito mais amplo. O Road of Skills soma diversas metodologias capazes de acelerar pessoas por meio de um aprendizado de alto impacto, desenvolvendo uma série de competências fundamentais aos profissionais, como:

  • Colaboração;
  • Inovação;
  • Flexibilidade cognitiva;
  • Liderança;
  • Inteligência emocional;
  • Julgamento e tomada de decisão;
  • Negociação;
  • Orientação para servir;
  • Pensamento crítico;
  • Solução de problemas complexos.

Entre as metodologias, temos o uso da inteligência artificial para mapear quais são as principais lacunas de competência dos profissionais. E, com essa informação, são definidas trilhas de aprendizado personalizadas, priorizando os conhecimentos e habilidades mais necessários para potencializar o trabalho que o colaborador realiza em seu dia a dia na empresa.

Ao longo do Road of Skills, os gestores ou o RH da empresa conseguem acompanhar a evolução dos profissionais por meio do sistema de Reports & Analytics. Os relatórios abordam desde o aprendizado até o engajamento do colaborador ao longo do programa, relatando a evolução dos times e a qualidade dos projetos enviados.

Sendo assim, as aplicações do PBL contribuem para uma experiência muito mais ampla de aprendizado, com alto nível de engajamento e produtividade, acelerando seus profissionais para alcançarem altas performances. Além disso, essa é uma ótima forma de conectar a teoria aos desafios concretos da empresa. Logo, temos a solução ideal para promover o desenvolvimento exponencial dos seus colaboradores.

Que tal conhecer a metodologia de ensino e as possibilidades de desenvolvimento de competências oferecidas pela FRST agora mesmo? Entre em contato com nossos especialistas e entenda como o Road of Skill funciona na prática!

Publicado por:

Equipe FRST

Publicações relacionadas